Os 7 pecados capitais do Mercado de afiliados

Religioso ou não, todo mundo já ouviu falar dos 7 pecados capitais. São eles: gula, ira, inveja, avareza, soberba, luxúria e preguiça. 

  • gula, consiste em comer além do que é necessário e a todo momento;
  • ira, é a junção dos sentimentos de raiva, ódio e rancor que se torna incontrolável;
  • inveja, é o desejo de ter o que é do outro, se tratando de atributos, status, posse e habilidades;
  • avareza, é a cobiça de bens materiais e dinheiro;
  • soberba, é o ato de se achar melhor do que os outros, falta de humildade e que não precisa de mais ninguém;
  • luxúria, é o apego aos prazeres carnais;
  • E a preguiça, é a aversão ao trabalho e ao esforço físico.

É claro que esses sentimentos já existiam antes mesmo de serem nomeados, mas acabaram tendo um significado maior após essa classificação. Pensando nisso, vamos nos concentrar no nosso mercado. O que você veria como os 7 pecados capitais de produtores e afiliados?

Vamos descobrir? 🙂

Os 7 pecados capitais do Mercado de afiliados

Gula

Se você ingressar no mercado de afiliados acreditando que vai sair conquistando todos os seus objetivos de uma só vez, e sempre que quiser, você terá uma quebra de expectativa gigantesca.

O mercado digital não é um fast food, ou seja, pode demorar um pouco para que seus resultados comecem a aparecer. Por isso, seja paciente e aproveite este tempo para estudar suas práticas e começar a pôr suas estratégias em ação.

Ser um produtor ou afiliado requer conhecimento do seu público, para poder conquistá-los e fidelizá-los a cada “pedido”. Essa conquista acontece aos poucos, e com o tempo você começará a ver bons resultados na mesa.

Portanto, deixe a gula de lado e vá com calma nesse processo.


Ira

O lado bom de trabalhar com o mercado de afiliados é que ele te possibilita ter contato com vários públicos, pessoas de diversos lugares do mundo. Mas esse também pode ser um lado ruim.

Não importa qual seja o seu negócio, se é uma pequena empresa, uma grande empresa, uma página para divulgar seus conteúdos e produtos, enfim, sempre haverá pessoas para darem aquele feedback nada construtivo.

É muito importante ouvir o que o seu cliente tem a dizer, mas às vezes isso pode parecer desnecessário e até mesmo desafiador. É aí que entra a ira.

Se você já teve que lidar com comentários grosseiros sobre o seu trabalho, sabe bem do que estamos falando. E como você reage a eles diz muito sobre você e o seu trabalho.

Com a importância que a internet tem no nosso dia-a-dia, afinal é onde está o seu trabalho, esse tipo de feedback pode gerar consequências bastante negativas para a empresa. Saiba lidar com a situação para não comprometer seus resultados.

Portanto, mantenha a calma. A internet é um campo aberto, cheio de opiniões divergentes. Sua postura deve ser a mesma nessas situações – mas claro, existem certos limites éticos que devem ser respeitados.

Conheça o KIT SÓ ESCOLA ALFABETIZAÇÃO: SE AFILIE AQUI.

Inveja

Você já deve ter ouvido aquele ditado: a grama do vizinho sempre é mais verde. É isso que a inveja causa em qualquer meio que estamos inseridos. Mas já pensou que podemos usar isso a nosso favor no mercado de afiliados? De forma saudável, claro! Não vá sair cortando a grama do vizinho em?

Ninguém constrói nada sozinho, e se você quer ter bons resultados é preciso conhecer as melhores estratégias. Viu aquele produtor que está se saindo bem e tem crescido cada vez mais? Que tal acompanhar seus conteúdos, buscar aprender com ele e aplicar no seu negócio da maneira que melhor funciona para o seu público?

Quando paramos de ver o próximo como alguém melhor do que nós, percebemos que podemos ser aquela pessoa. Com certeza, para chegar onde chegou, houve muito estudo e muitos anos de mercado, por isso abrace quem você é hoje – um produtor ou afiliado iniciante – e se dedique para chegar no topo.


Avareza

Quando você ouviu falar em mercado de afiliados e marketing digital pela primeira vez, o que veio na sua cabeça? Dinheiro? Vendas fáceis? Renda extra?

Se não as três opções, uma delas passou por aí, não é? E não é uma suposição ruim, afinal é o que muitos nos condicionam a entender quando não conhecemos muito do assunto.

Muitos afiliados entram neste mercado pensando somente no dinheiro que irão faturar, mas ninguém fala para eles que por trás disso tudo existe muito trabalho e estudo. Podemos dizer que a avareza cegou essas pessoas.

Antes do dinheiro cair na conta, é preciso gerar resultados. E para que isso aconteça, você precisará deixar esse pecado capital de lado e começar a pensar como seu cliente, afinal ele deve ser o seu foco neste mercado e não apenas o dinheiro.

Para a produção do seu conteúdo também existem técnicas para evitar a avareza. Pensa com a gente:

Se você começa uma carta de vendas já mencionando o preço do produto, com certeza muitos nem irão passar para a próxima linha e se convencerem de que aquilo pode ser uma boa compra. Não é uma boa, né?

Mas se você começa sua carta falando dos benefícios que aquele produto trará, apontando a solução do problema do cliente e mais detalhes, as chances dele chegar ao preço e mesmo assim decidir realizar a compra serão bem maiores.

Portanto, deixe a avareza de lado e comece a pensar em como você gostaria de ser abordado. Assim seus resultados farão jus ao seu desejo inicial.

Conheça o KIT ESTIMULAÇÃO COGNITIVA: SE AFILIE AQUI.


Soberba

A soberba pode ser um dos piores pecados capitais do mercado de afiliados, afinal estamos falando de um mercado bastante voltado para a comunicação e networking – que é uma rede de contatos profissionais, onde você consegue trocar experiências, realizar trabalhos em conjunto e muito mais.

Existe uma grande diferença entre ser o melhor no que faz e ser soberbo. Essa falta de humildade que o pecado da soberba traz, acaba gerando um certo distanciamento entre você e o seu público que está buscando aprender. Além de afastar aqueles que poderiam ser seus colegas de trabalho e parcerias.

Por isso, conheça suas qualidades, mas não se considere melhor do que ninguém por isso. Todos são capazes de aprender e ajudar outras pessoas a alcançarem seus objetivos será gratificante para você e bom para o seu negócio.


Luxúria

Às vezes podemos acabar perdendo o foco do que realmente é importante. Essa é uma das ações que o pecado da luxúria pode fazer. Para o mercado de afiliados, o desejo carnal pode estar ligado aos excessos. Por exemplo:

Hoje o que não falta são redes sociais para nos conectarmos e estar mais próximo do público-alvo. Mas, todas elas são essenciais para o seu negócio? Talvez você esteja perdendo tempo com redes nem tão relevantes para essas pessoas que te acompanham e, consequentemente, afetando seu engajamento.

Deixe isso de lado e comece a observar onde seu público está em maior quantidade e invista mais tempo nessas redes. Você verá uma diferença nos resultados e seu trabalho estará sendo feito com um bom direcionamento. 

Você conhece no combo de materiais? O SÓ ESCOLA PREMIUM!
Para conhecer e se afiliar CLIQUE AQUI.


Preguiça

Ah, a preguiça! Essa deve ser a mais conhecida dentre todas as que mencionamos. É difícil mudar velhos hábitos, não é? E no mercado de afiliados você deve estar sempre atento às mudanças que vão surgindo.

Por ser um mercado digital que envolve diversos aspectos, ele está em constante mudança e para que você mantenha o ritmo deve ficar atento a elas.

Além disso, por ser um trabalho autônomo, ele requer muito autocontrole para saber a hora de descansar e a hora de pôr a mão na massa. Se você quer fazer do mercado de afiliados sua renda principal, é preciso ter controle de suas atividades.

Uma dica: mentalize seus objetivos, onde você quer chegar, aquele novo curso que você quer fazer para melhorar seus conteúdos, etc. Tenha todos em mente para te ajudar a ignorar esse pecado capital e começar a correr atrás de resultados melhores.


Comece a vender nossos produtos.


Conclusão

Você acabou de conhecer os 7 pecados capitais do mercado de afiliados, está se sentindo bem ou precisará rever alguns pontos? De qualquer forma, não tem problema. A ideia é essa mesmo, buscar sempre se dedicar a dar seu melhor.

Gostou desse conteúdo e acredita que pode ser útil para mais alguém? Então compartilhe o link!

Até a próxima 🙂