Entendendo conceitos: Copywriting, o que é?

imagine que você está prestes a finalizar a venda, mas o seu cliente ainda tem certa resistência em comprar o produto. Quais dos argumentos abaixo você poderia usar para convencê-lo de uma vez por todas?

  1. A) Dizer que aquele seria o último produto em estoque.
  2. B) Dizer que o preço do produto poderia subir no dia seguinte.
  3. C) Dizer que muitas pessoas estão comprando o produto e estão felizes com a compra.
  4. D) Usar todos os argumentos anteriores.

Bem, se você apostou na alternativa D, está de parabéns! Agora, vamos entender porque todos estes argumentos funcionam tão bem:

Na alternativa A, ao dizer que não havia mais daquele produto em estoque, você provocou um sentimento de escassez no cliente, como se aquela fosse uma oportunidade única.

Na alternativa B, ao dizer que o preço poderia sofrer aumento, você despertou um sentimento de urgência no comprador, como se aquela fosse a última chance para comprar o produto com um preço menor.

Na alternativa C, ao dizer que outras pessoas compraram e aprovaram, você conseguiu, com uma prova social, demonstrar a credibilidade do produto.

E onde entra o copywriting nessa história? O copywriting pode ser entendido como um conjunto de técnicas de persuasão escrita. E entre estas técnicas, estão algumas como estas que citamos logo acima (estimular a escassez, a urgência e a prova social), as quais chamamos de gatilhos mentais.

Veja também: Conheça os Principais Gatilhos Mentais e Aumente Suas Vendas


Agora estamos no YOUTUBE!

Vamos começar a postar vídeos com dicas para nossos afiliados. (CLIQUE AQUI PARA SE INSCREVER E NÃO PERDER OS VÍDEOS NOVOS)

DÚVIDA?